O presidente Biden pediu “maior ação” no controle de armas em um comunicado divulgado na manhã de quarta-feira, depois que a polícia disse que um funcionário de uma loja no Virginia Walmart usou uma pistola para matar seis pessoas e ferir outras quatro.

“Jill e eu lamentamos por essas famílias, pela comunidade de Chesapeake e pela Comunidade da Virgínia, que acabou de sofrer um tiroteio terrível na Universidade da Virgínia este mês”, disse Biden. “Também lamentamos por todos aqueles em toda a América que perderam entes queridos para esses trágicos tiroteios contra os quais devemos nos unir como nação”.

“Este ano, assinei a reforma de armas mais significativa em uma geração, mas isso não é suficiente”, continuou o presidente. “Devemos tomar mais medidas.”

O tiroteio em massa na loja em Chesapeake, Virgínia, foi realizado por um dos funcionários da loja, disse a polícia. O funcionário do sexo masculino usou uma pistola no ataque e morreu com um tiro autoinfligido, disse o chefe de polícia de Chesapeake, Mark Solesky, a repórteres na manhã de quarta-feira.

FUNCIONÁRIO DO WALMART EM CHESAPEAKE, VIRGINIA, MATOU 6 COM PISTOLA, DIZ A POLÍCIA

Nesta imagem do vídeo, a polícia responde à cena de um tiroteio fatal em um Walmart na noite de terça-feira, 22 de novembro de 2022, em Chesapeake, Virgínia. (WAVY-TV 10 via AP)
(WAVY-TV 10 via AP)

As condições dos outros quatro que foram hospitalizados não estavam disponíveis imediatamente.

O funcionário não foi identificado, pois a polícia diz que ainda não contatou seus parentes mais próximos. Antes do tiroteio, as autoridades dizem que ele não era familiar para a aplicação da lei.

A polícia disse que a investigação sobre o tiroteio está em andamento.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O APLICATIVO FOX NEWS

O incidente é o mais recente tiroteio mortal ocorrido nas semanas anteriores ao Dia de Ação de Graças.

Em 13 de novembro, um tiroteio no campus da Universidade da Virgínia matou três jogadores de futebol americano e feriu outros dois.

No domingo, um tiroteio em uma boate gay em Colorado Springs, Colorado, deixou cinco mortos e 17 feridos.

Lawrence Richard e Greg Norman, da Fox News, contribuíram para este relatório.



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *