Aquela criança deixada sozinha – Quando Anastasiia Alashri decidiu sair de casa e refugiar-se na casa de uma amiga, para escapar do assédio a que o ex-marido a submeteu, levou consigo o filho. E, durante a busca pela mulher, que inicialmente parecia ter desaparecido, foram seus colegas de trabalho do restaurante “Osteria della Peppa” que tranquilizaram o pequeno e o mimaram.

Assim, a criança tinha brincadeiras, sorrisos e carícias, sem saber que seu mundo estava para ser tragicamente virado de cabeça para baixo. O corpo da mulher foi encontrado com as marcas de três facadas e pelo feminicídio o ex-marido havia sido bloqueado na estação de trem de Bolonha, de onde, presumivelmente, ela tentava sair da Itália. Agora o filho de dois anos é deixado sozinho.

Anastasiia Alashri, ao contrário de seus outros compatriotas, – como ela relata O mensageiro – não foi incluído no círculo da comunidade ucraniana que, mesmo em Fano e Pesaro, está profundamente enraizada e deu uma grande contribuição durante os meses de acolhimento dos refugiados. Encontrar seus parentes na Ucrânia devastada pela guerra será muito difícil.

window.fbAsyncInit=function(){FB.init({appId:’1532776643650316′,xfbml:true,version:’v2.2′});}; (function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id)){return;}js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=”



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *