Um dos chefões do tráfico mais conhecidos do Reino Unido, muitas vezes referido como a versão britânica de Pablo Escobar, foi libertado da prisão levantando preocupações de que ele pode voltar a uma vida de crime.

Curtis Warren, que acumulou uma fortuna de mais de US$ 230 milhões por meio de várias empresas criminosas, foi condenado a 13 anos de prisão por acusações de tráfico de maconha em 2009 e foi libertado na terça-feira de uma prisão de alta segurança, informou o jornal The Sun.

Algumas autoridades expressaram preocupação de que Warren, de 59 anos, que já foi o homem mais procurado da Interpol, possa reenergizar a cena do crime no Reino Unido quando voltar às ruas.

“A última coisa que alguém quer é Warren voltando e criando outra guerra de tráfico de drogas em Liverpool”, disse um oficial da Polícia de Merseyside no início deste ano.

SUSPEITO DE TRÁFICO DE DROGAS NA NC É PRESO COM ‘GRANDE QUANTIDADE’ DE NARCÓTICOS, DIZ A POLÍCIA

Curtis Warren, de Liverpool, chega ao The Royal Court em St. Hellier, Jersey.
(Foto de Chris Radburn/PA Images via Getty Images)

Medidas foram tomadas para garantir que Warren, que acumulou tanto dinheiro a ponto de se gabar de poder gastar cerca de US$ 59.000 por dia e não falir, não volte a uma vida de crime, incluindo uma proibição de viajar para a Escócia e uma proibição do WhatsApp e troca de criptomoeda.

Há rumores de que Warren deixou envelopes contendo cerca de um milhão de libras esterlinas em quintais em Liverpool que ele irá desenterrar agora que foi libertado da prisão.

POLÍCIA DO ARIZONA FAZ ‘MAIOR ABUSO DE DROGAS’ DA HISTÓRIA DO DEPARTAMENTO, APREENDE MAIS DE 700K COMPRIMIDOS DE FENTANYL

Curtis Warren, de Liverpool, chega ao The Royal Court em St. Hellier, Jersey.

Curtis Warren, de Liverpool, chega ao The Royal Court em St. Hellier, Jersey.
(Foto de Chris Radburn/PA Images via Getty Images)

Warren começou sua carreira como criminoso com apenas 12 anos de idade, quando começou a roubar casas em Liverpool. Ele finalmente entrou no tráfico de drogas e construiu um enorme império que incluía propriedades imobiliárias no País de Gales, Espanha e Gâmbia.

Warren também possuía um iate particular, uma vinícola, postos de gasolina, apartamentos e mansões em toda a Europa.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O APLICATIVO FOX NEWS

Patrulha policial armada do lado de fora do Royal Court Building em St Hellier Jersey antes da chegada de Curtis Warren, que é acusado ao lado de outros seis homens por uma suposta trama de contrabando de drogas.

Patrulha policial armada do lado de fora do Royal Court Building em St Hellier Jersey antes da chegada de Curtis Warren, que é acusado ao lado de outros seis homens por uma suposta trama de contrabando de drogas.
(Foto de Chris Radburn/PA Images via Getty Images)

Warren é responsável por algumas das maiores remessas de drogas ilegais para o Reino Unido, incluindo uma remessa de 500 quilos de cocaína da Venezuela em 1991.

Warren foi preso várias vezes, incluindo uma sentença de 12 anos em 1997, onde acabou matando outro preso.



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *